“SÍMBOLO ZERO” – “IGNORANDO O IGNORANTE”

Posted: 05/07/2010 in Psicopedagogia através da Palavra
Tags:

“Negócio de Ocasião”-

Quando mandou colocar mármore no chão de seu apartamento, o vizinho de baixo veio reclamar: às oito horas da manhã os operários começavam a quebrar mármore mesmo em cima de sua cabeça. Durma-se com um barulho desses!

– Está bem- concordou ele, acalmando o vizinho:- Vou mandar começar mais tarde.

Mandou que os operários só começassem a trabalhar a partir das nove horas. Dois dias depois tornava o vizinho:

– Assim não é possível. Já  reclamei, o senhor prometeu, e o barulho continua!

– Mas é só por uns dias- argumentou ele:- O senhor vai ter paciência…

E mandou que os trabalhos só se iniciassem a partir de dez horas. Com isso pensava haver contentado o vizinho. Para surpresa sua, todavia, o homem voltou ainda para protestar, e desta vez furibundo, armado de revólver:

– Ou o senhor para com esse barulho ou eu faço um estrago louco.

Olhou espantado para a arma e, cordato, convidou-o a entrar:

– Não precisa se exaltar. Vamos resolver a coisa como gente civilizada. Eu disse que era só por uns dias… Se o senhor quiser que eu pare, eu paro. Cuidado com esse negócio,  costuma disparar. Qual é o calibre?

– Trinta e dois.

– Prefiro trinta e oito. Quanto o senhor pagou por ele?

– Cinco mil Reais.

– Não foi caro. Sempre tive vontade de ter um revólver desses. Quem sabe o senhor me venderia? Dou dez mil por ele.

– Toma: é seu- decidiu-se.

Antes de entrar na posse da arma, o comprador foi lá dentro, trouxe dez abobrinhas e estendeu-as ao vizinho. Depois empurrou o revólver e chegou-lhe aos peitos:

– Bem, agora ponha- se daqui para fora. E fique sabendo que eu faço o barulho que quiser e quando quiser, entendeu? Venha aqui outra vez reclamar e vai ver quem é que acaba fazendo um estrago louco. (Fernando Sabino).

“Ignorante”- Pessoa sem capacidade de discernimento. Não tem capacidade de compreensão, não percebe a realidade, não se interessa pelos problemas dos outros. Pensa apenas nas suas necessidades, e sua intenção é sempre de provocar discussão. É um avassalador, um provocador, Age com o propósito de tirar a outra pessoa do sério. Seu desejo veemente é de conseguir desestruturar e desiquilibrar seu opositor. Amor excessivo ao bem próprio, sem consideração aos interesses alheios. As pessoas ignorantes são mal educadas, estúpidas, grosseiras. O indivíduo ignorante  não se desenvolveu, ou não se aperfeiçoou. Não lapidado ou polido, áspero, tosco, grosseiro; suas armas são através de palavras de autoritarismo: fazer-se obedecer através da palavra imperativa  exprimindo ordens, impondo uma condição.

Em busca de solucionar o problema, os ignorantes se valem de poderes medíocres, impondo à força sua vontade para realização dos seus desejos, agindo grosseiramente. Ao invés de utilizar o cérebro para resolver a questão de forma inteligente, o ignorante apela para a força bruta, dando vasão a seus impulsos violentos,  através de agressão verbal ou mesmo corporal.

Nunca houve tantos casos de agressões doentias, causadas por emoções violentas, que por suas ignorâncias e autoritarismos acabam matando pessoas inocentes. Esta moléstia não é causada por qualquer tipo de micróbio ou de vírus, mas uma emoção descontrolável e violenta que, por muitas vezes apenas, da pessoa não saber ouvir um não como resposta. Muitas pessoas ignorantes passam como rolo compressor, esmagando inocentes e, fazendo das vidas de pessoas ao redor, um verdadeiro inferno.

“Ignorar”- Não ter conhecimento de; não saber por desprezo ou indiferença. Permanecer em silêncio. Preparar estratégia. Não perder o controle emocional através do ataque.

Ex 12.11 Assim, pois, o comereis: os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a Pascoa do Senhor. Lc 12.35 Estejam cingidos os vossos lombos, e acesas, as vossas candeias.

CINGIDOS significa prontidão para agir. Estar em posição de batalha e sustentar a base.

Pensar conforme o mundo levará inevitavelmente ao exemplo do mundo. Jesus Cristo ressalta dizendo que, embora vivamos no mundo, não precisamos ser do mundo. O Espírito Santo dá discernimento sobre a natureza do conflito espiritual que o filho de Deus encara todos os dias. O combate do cristão é contra as forças espirituais, e não contra os homens. A proteção e recursos para vencer as forças do mal,  vem somente de Deus. Como um antibiótico, uma substância capaz de impedir o crescimento de microrganismos  ou de mata-los, e é empregado contra moléstias infecciosas, não se precipitar, mas ser cauteloso.

Cauteloso é o homem que age com prudência, com cometimento, buscando evitar tudo que julga fonte de erro ou de dano, precavido, proveniente.

Pessoas desistem da vida com medo de lutar. Na Psicologia Sensorial – Acomodação é o nome dado aos movimentos que preparam um órgão sensorial para receber nitidamente as impressões exteriores. Na Psicologia Social, é uma forma de adaptação que implica conciliação e transigência.

Acomodação Social é um dos fatores preponderantes no processo de aprendizagem e desenvolvimento cognitivo. Quando os estímulos ambientes exigem novas reações em situações conhecidas, isto é, quando as reações anteriores aprendidas deixam de ser adequadas e o indivíduo tem de modificar seu comportamento para ajustar-se à situação, a bem da harmonia social, diz-se que houve acomodação. Como: ceder, contemporizar, transigir, conciliar.

Acomodar é adaptar-se, acalmar-se, dar-se por satisfeito. Ceder é diminuir, não resistir.

“Estratégia”- saber se livrar do inimigo. O Exército Indiano havia uma estratégia secreta. A Armadilha Real era lançar foguetes em todas as direções. Mais de 200 foguetes eram lançados provocando incêndio na cidade. A “Estratégia” é Arte Militar de planejar e executar movimento e operações de tropas, navios e ou aviões para alcançar ou manter posições relativas e potenciais bélicos favoráveis a futura ações táticas. Arte de aplicar os meios disponíveis ou explorar condições favoráveis com vista a objetivos específicos.

“Adquirir Estratégia se diz:  “Aquisição”- Em Psicologia é termo que equivale a “Aprendizagem” ou a “Maturação” ou ambas. Implica  adição de novas ideias e informações, de novos modos de responder ou a alteração dos modos anteriores. Assimilar, entender o sentido de; compreender. Elaborar estratégia é preparar gradualmente e com trabalho, tornando assimilável. Determinar a posição de um lugar, Adaptar-se ou ajustar à direção do inimigo. Reconhecer ou examinar a situação de lugar, ou de posição em que se acha, para guiar-se.

Labão engana a Jacó- Gn 29.21,27 E disse Jacó a Labão: Dá-me minha mulher, porque meus dias são cumpridos, para que eu entre a ela. Então, ajuntou Labão todos os varões daquele lugar e fez um banquete. 25- E aconteceu pela manhã ver que era Léia; pelo que disse a Labão: Por que me fizeste isso? Não te tenho servido por Raquel? Por que, pois, me enganaste? 26- E disse Labão: Não se faz assim no nosso lugar, que a menor se dê antes da primogênita. 27- Cumpre a semana desta; então te daremos também a outra, pelo serviço que ainda outros sete anos servires comigo.

Labão continua a trapacear Jacó. Ele providenciou balanças que lhe fosse desfavorável. Jacó esteve em casa de Labão , pelo menos vinte anos, sendo sete para obter a mão de sua filha Raquel, e outros sete com o mesmo intuito, visto ter sido enganado por seu sogro, dando-lhe primeiro sua filha Léia, e mais seis anos pela criação de gado.

“A  ESTRATÉGIA DE DEUS NA VIDA DE JACÓ”

Gn 30.31 à 43

E disse Labão: Que te darei? Então, disse Jacó: Nada me darás; tornarei a apascentar e a guardar o teu rebanho, se me fizeres isto: passarei hoje por todo o teu rebanho, separando dele todos os salpicados e malhados, e todos os morenos entre os cordeiros, e o que é malhado e salpicado entre cabras; e isto será o meu salário. Assim, testificará por mim a minha justiça no dia de amanhã, quando vieres e o meu salário estiver diante de tua face; tudo o que não for salpicado e malhado entre as cabras e moreno entre os cordeiros ser-me-á por furto. Então, disse Labão: Tomara que seja conforme a tua palavra. E separou, naquele mesmo dia, os bodes listrados e malhados e todas as cabras salpicadas e malhadas, tudo em que havia brancura e todo o moreno entre os cordeiros;  e deu-os nas mãos dos seus filhos. E pôs três dias de caminho entre si e Jacó; e Jacó apascentava o resto dos rebanhos de Labão. Então, tomou Jacó varas verdes de álamo, e de aveleira, e de castanheira e descascou nelas riscas brancas, descobrindo a brancura que nas varas havia, e pôs estas varas, que tinha descascado, em frente do rebanho, nos canos e nas pias de água, aonde o rebanho vinha a beber, e conceberam  vindo a beber. E concebia o rebanho diante das varas, e as ovelhas davam crias listradas, salpicadas e malhadas. Então, separou Jacó os cordeiros e pôs as faces do rebanho para os listrados e todo moreno entre o rebanho de Labão; e pôs o seu rebanho à parte e não o pôs com o rebanho de Labão. E sucedia que, cada vez que concebia as ovelhas fortes, punha Jacó as varas diante dos olhos do rebanho nos canos, para que concebessem diante das varas. Mas, quando enfraqueceu o rebanho, não as pôs. Assim, as fracas eram de Labão, e as fortes, de Jacó. E cresceu o varão em grande maneira, e teve muitos rebanhos, e servas,  e servos, e camelos, e jumentos.

Labão e seus filhos invejavam a prosperidade de Jacó, e se tornaram seus adversários.

O Homem de Deus é Inteligente: Inteligente é o indivíduo que compreende depressa e bem qualquer situação nova e que toma perante ela, a atitude conveniente. Sob este aspecto a inteligência pode ser definida como “A Capacidade de adaptação do comportamento do indivíduo às circunstâncias de cada momento”. A compreensão, a direção, saber pensar, inventar estratégias sem força bruta, mas com educação de ação, um conjunto de predicados para praticar com perfeição o ato.

Lembre-se sempre que o adversário trabalha através dos pensamentos, porque ele sabe que se a pessoa aceita suas ideias pode facilmente conquistar sua vontade. Ainda que se construísse um computador tão poderoso e enorme como o maior edifício que pudesse existir, não poderia produzir nenhum só pensamento. Deus deu ao homem a capacidade de criar ideias, e desenvolver pensamentos para canal de benção e não destruição.

“Símbolo Zero”-

Simbolismo Mental- As palavras e os objetos simbólicos encerram grandes significados. No trabalho , assim como na vida sentimental, estão repletos de símbolos. Quando alguém rotula a outra de Símbolo Zero é porque esta pessoa é distraída, pouco  prática, sem serventia, inútil.  “Zero à Esquerda”- para acréscimo o zero só tem serventia do lado direito. A pessoa simbolizada de Zero à Esquerda, não serve para nada.

O simbolismo tem um significado real. Pode-se permitir que,  funcione  inconscientemente tornando mais difícil uma situação, ou utilizá-lo conscientemente em favor do nosso bem-estar mental. Quando  um estado emocional desagradável e embaraçoso acontece; quando a pessoa é humilhada e envergonhada, seu único interesse é reprimir ou reter emoções perturbadoras, e, entrar então em contato com o objeto ou pensamento, símbolo da ideia reprimida dizendo como: Não sirvo para nada mesmo. Mas se a mesma pessoa conseguir entrar em um raciocínio lógico ou reflexão sobre o assunto, aproveitará aquela experiência  negativa para crescimento emocional , advertindo o perigo de dizer que não é ninguém. O segredo está em Ajustar as ideias e pensamentos para o processo vital.

O Zero pode representar uma bola ou globo. O globo terrestre tem um eixo. Eixo é uma reta que passa pelo centro de um corpo e em volta da qual esse corpo executa rotação. Linha principal que divide o corpo em partes aproximadamente simétricas. Peça que articula uma ou mais partes dum mecanismo que em torno dela descreve movimento circular.   A vida do Cristão deve ser ajustada, adaptada, moldada neste Eixo Central: “Jesus Cristo”. O seu equilíbrio, a sua força, o seu pensamento é um movimento contínuo neste Eixo. O Símbolo Zero então para um cristão é ser sustentado pelo próprio Deus.

Estratégia de Davi foi ignorar o ignorante e acreditar somente em Deus.1 Sm 17.40 E tomou o seu cajado na mão, e escolheu para si cinco seixos do ribeiro, e colocou no alforje de pastor, que trazia, a saber, no surrão; e lançou mão da sua funda e foi-se chegando ao filisteu. 45- Tu vens a mim com espada,  e com lança, e com escudo; porém eu vou a ti “Em Nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos Exércitos de Israel, a quem tens afrontado”.

Davi tirou as vestes que pesavam e impediam de se movimentar. Davi foi instruído por Deus. Ele fez a estratégia de Deus para conseguir derrubar o gigante.

“Paulo deixa a ignorância para ignorar o propósito de Cristo” –

Todo aquele que confia na estratégia de Deus vence a batalha. Atos 9. 4 E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? 5- E ele disse: Quem és Senhor? E disse o Senhor: “Eu Sou Jesus, a quem tu  persegues.

O Apóstolo Paulo, chamado Saulo de Tarso vangloriava-se por ser judeu, em ter sido educado por um dos melhores mestres bíblicos, Gamaliel, por ser um cidadão romano e em defender com zelo suas tradições. Paulo usava da sua autoridade para perseguir os cristãos até à morte. Uma transferência de autoridade e responsabilidade de não reconhecimento de identificação com os cristãos. Paulo agia com ignorância. Atos 9.5 Jesus diz à Paulo: “Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.

Um aguilhão é uma vara comprida com um ferrão na ponta, usada para tocar ou tanger os bois. Recalcitrar é insistir em algum ato de desobediência ou insubmissão. Não ceder, resistir, rebelar-se.

Paulo insistia em continuar a ser ignorante, produzindo chagas ou contusão, abrindo feridas e magoando as pessoas. Até o dia que Jesus Cristo interviu pessoalmente, colocando-o por terra. Quando teve seu primeiro encontro com Cristo entendeu que trabalhava para alcançar o lado errado. Este encontro foi tão poderoso para ele, que disse: “Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por  Cristo.  (Fp 3.7) Depois que o Senhor Se revelou, no caminho para Damasco, Saulo esteve afastado três dias em reflexão, introspecção, arrependimento e meditação. A revelação do Messias foi-lhe tão clara que, a partir daquele momento, propôs em seu coração dedicar cada minuto de sua vida e cada partícula de seu ser a serviço do Senhor Jesus. O ponto impactante de Paulo foi deixar de ser ignorante e autoritário e, ignorar o objetivo e o esforço de Cristo pela humanidade.

Quando as pessoas encontram Jesus Cristo, deixam de serem escravas da ignorância, e experimentam a liberdade de vida. Uma das maiores e mais convincentes provas que uma pessoa pode dar, de ser dirigida por Deus,  consiste em, suportar com paciência os erros e as injustiças diante de um mundo mau e perseguidor  e esperar somente em Deus.

Na cruz temos o registro da expressão máxima do ódio e da expressão máxima do amor. O homem odiou tanto que levou Cristo a morrer. Deus amou tanto que deu vida aos homens. Lucas, em seu Evangelho, mostra o que Cristo COMEÇOU a fazer na terra; Atos mostra o que ele  CONTINUOU a fazer através do seu Espírito Santo,  Senhor exaltado nas vidas dos Apóstolos. Pedro simples pescador, homem grosseiro e ignorante, de repente,  cheio do Espírito Santo, se transformou em manso e humilde de coração. Quando falou pela primeira vez, depois da vinda do Espírito Santo, três mil almas foram salvas. Atos 4.31 Tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo, e, com INTREPIDEZ, anunciavam a palavra de Deus.

Intrepidez é o homem corajoso, destemido, audacioso, sem temor. Um cristão está sempre em prontidão. A vida e morte de Estevão tiveram efeito incalculável na história do mundo, pela sua intrepidez e influência que exerceram em Saulo de Tarso. As portas do inferno não prevalecerão contra o povo de Deus. Até aos confins da terra. Onde ficam os confins? Não Importa. A palavra é “Avançar”. Cristo: o Eixo e o Centro das Boas- Novas. Paulo orgulhava-se do Evangelho porque havia provado o seu poder, não só em sua própria vida,  mas,  na de todos aqueles que haviam crido.  A luta dá lugar ao poder, a derrota transforma-se em vitória e a tristeza em júbilo. Quando o “EU” sai, “CRISTO” entra.

Uma Experiência Minha-

Quando eu morava em Araçatuba, os pássaros eram meus amigos. Todos os dias eles vinham buscar suas migalhas de pães e, saiam cantando e voando cheios de alegria. Hoje eu moro em São Paulo, dentro de um apartamento.

Como eu poderia fazer amizade com os pássaros dentro de um apartamento? A vida dos pássaros têm expressões diferentes. As características que eu e os pássaros manifesta permite identificar como vidas diferentes. Uma vez que o viver é determinado pelo tipo de vida que possui, essa questão de vida é algo que nada tem a ver com aprendizado e imitação. Se as vidas são diferentes, não há como muda-las por meio de um processo de aprendizado. A única possibilidade é ter uma mudança de vida. Se a vida for mudada, sua expressão também o será. Se a vida permanece a mesma, é impossível mudar a expressão. A vida do pássaro é diferente.

Como me comunicar com os pássaros? O amor falaria mais alto. Toda conduta exterior é resultado direto de nossa vida interior. Ganharia a amizade dos pássaros através de paciência.

Todos os dias eu colocava migalhas de pães na janela. Fechava a janela juntamente com as cortinas e permanecia em silêncio. Todos os dias eu repetia o processo, para ganhar a confiança dos pássaros. Minha maior concentração era não assustar os pássaros. Eu os observava de longe. Sabia que eles tinham vindo pelas migalhas que não estavam mais lá. Ao passar do tempo, eu também ouvia seu piado e o bater de suas asas. Nunca me fazia notar. A paciência era meu plano.

Meses e meses de muita paciência até conseguir a amizade dos meus hóspedes. Meu objetivo era,  ganhar o canto dos pássaros, ser acordada pelo som melodioso deles, não estar sozinha em um mundo de pedras, amigos que me amariam sem maldade, enfim, me sentir como no interior de São Paulo.

Como a felicidade incomoda os infelizes, os pássaros também incomodou o dono do bar que fica no terreno. O ignorante chamou a polícia.  Fui proibida e intimada pela síndica do prédio de alimentar os pássaros.

Hoje os pássaros estão na janela pedindo seu alimento. Eu não posso ignorar o ignorante. Ele está lá embaixo, e qualquer atitude à favor dos pássaros, sou trucidada.

Ouvi alguém dizer: Deus cuida dos pássaros. O mal da humanidade sempre será assim: Deus cuida. A responsabilidade do cristão é sempre de se calar, diante das atitudes dos idiotas e grosseiros deste mundo. Rm 8.35,37 Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? … Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. A força é obtida por meio de Deus. O poder da libertação está no Senhor. Somente Deus é capaz. Não somos capazes por nós mesmos; é tudo por Ele e por intermédio Dele.  Quando aquele homem do bar mudar seu interior, os pássaros também serão alimentados por ele. Cristo  muda para melhor, como o Apóstolo Paulo: “Não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim”.

Pastora e Psicopedagoga: “Mônica Druzian”.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s