QUANDO O CHAMADO É SEU

Posted: 20/10/2009 in Psicopedagogia através da Palavra
Tags:

CB064034Gn 12. Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai –te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra , e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.

Lc 1 30,31 Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus, E eis que em teu ventre conceberás, e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus.

Dois casais; dois chamados- Abraão e Sara; José e Maria.

Pessoas escolhidas por Deus provido de emoções humanas. Não se trata de serem eles e elas perfeitos; longe disto.Eles lutavam com as suas fraquezas  e limitações ,sobrepujando ao comando de Deus.

José e Sara envolvidos com pessoas que tinham um chamado.

Deus escolhe homens e mulheres para liderar. A visão do plano de Deus é a idéia criativa revelada na mente da pessoa escolhida para que este a execute.

Sara batalhou com Abrão, ombro a ombro, lado a lado, sempre sensível à direção do Espírito Santo. Ela era uma mulher bem conservada. Quando prestes a entrar no Egito, Abraão temeu que a sua beleza atraísse a atenção dos egípcios e que o matassem para se apoderarem dela. Recomendou-lhe, pois, que dissesse que era sua irmã. Anos depois lançou mão do mesmo expediente na corte de Abimeleque, rei de Gerara. Sara tinha uma escrava de nome Agar, mas nem por isso se dispensava dos trabalhos domésticos. Não tinha filhos, e, abeirando-se dos setenta anos, chegou à conclusão de que a sua esterilidade viesse a comprometer a promessa que Deus fizera a Abraão, de que a sua descendência seria numerosa. Assim, pois, tomou a sua escrava Agar e a deu a seu marido para que tivesse filhos por meio dela. De Agar nasceu Ismael. Chegando Sara à idade de oitenta e nove anos, teve promessa de dar à luz um filho, e ao fim de um ano nasceu-lhe Isaque, o filho da promessa.

Mt 1.19   Então, José, seu marido, como era “justo” e a não queria infamar, intentou deixá-la “secretamente”.

Por ocasião do estado interessante da Virgem, quando ainda desposada com José, pensou este em abandoná-la secretamente, por ser homem justo e não querer infamá-la. Andando ele com isto no pensamento, apareceu-lhe em sonhos um anjo do Senhor , dizendo: Não temas receber Maria tua mulher, porque o que nela se gerou é obra do Espírito Santo.

José ocupava-se do ofício de carpinteiro, auxiliado por seu filho Jesus. Cuidou do menino dando-lhe educação e amor.

O caráter de José é evidenciado por sua relutância em expor sua esposa ao repudiá-la perante testemunhas.

É importante observar que a visão correta não produz louvor pessoal, mas exalta a Deus e glorifica a Jesus Cristo. Não existe a palavra: Meu ministério, pois, dois se tornaram uma única carne ou corpo. Deus não é um Pai de divisão. Se Ele falou ao homem, falará também à mulher.

Quando uma visão não provém de Deus, geralmente está contaminada pelo egoísmo, avareza, orgulho, ciúme e vingança. Por exemplo, quando a visão tem como prioridade o aspecto financeiro, não é correta, uma vez que o Senhor declara que as coisas vêm por acréscimo.

O triunfo de uma liderança com sucesso está no respeito mútuo, na vida pessoal e familiar. O projeto de Deus sempre será para o casal.

Existe ainda um grande preconceito com a liderança feminina. Muitos países como: China, Japão, Israel, Índia, Coréia, etc. ainda não aceitam mulheres como líderes.Mesmo com os sinais visíveis da presença de Deus na vida das mulheres, elas são discriminadas.

Hoje se fala tanto em inclusão e exclusão. Existe uma grande discriminação dos homens, um grande preconceito sobre a liderança feminina. Os padres exercem o poder de representar Deus na Eucaristia, as Madres servem apenas para o convento.Muitos Pastores discriminam a liderança feminina . Mulheres separadas para pregar as Boas Novas. São Missionárias, Pastoras, Bispas. Quem sabe um dia na História da Igreja não se houve falar de uma Papisa. Elas se levantam pagando um alto preço. Não encontram apoio de filhos, de maridos, da família, mas não se amedrontam diante dos desafios. Prosseguem para o objetivo, para o alvo supremo das vidas que precisam de socorro.Mulheres sem medo , valentes, valorosas, corajosas.Exemplos: Sara, Joquebede, Isabel, Ester, Débora, Rute, Maria Madalena, Ana , Virgem Maria, etc..Madre Tereza , exemplo de renúncia pela salvação dos humildes, os desfavorecidos, os pobres.

Todo o esforço de Jesus Cristo foi para que pudéssemos trabalhar em unidade. O desafio é trabalhar em favor das almas, do próximo.

As pedras são vivas. Não existe gênero masculino ou feminino para pedras. Seres racionais, igualdade social.Direitos a todos sem distinção de raça, cor, sexo. Homens e mulheres unidos para um único objetivo que é o amor. Uma raça eleita e domínio soberano de Deus.Não é dado ao homem o direito de ser Réu de Juízo.A escolha vem de Deus.Somente Deus tem o poder de julgar, selecionar, condenar, escolher e atribuir autoridade.

A palavra discípulo foi usada primeiro para os doze e depois para os cristãos em geral. O líder é aquele que aprende tanto com os ensinamentos como com o professor.Jesus instruiu seus discípulos sobre o objetivo de sua missão, a essência de sua mensagem: Virá o Espírito Santo que batizará com fogo.

Este fogo nos leva a: Curar os enfermos, limpar os leprosos, ressuscitar os mortos, expulsar os demônios; “DE GRAÇA RECEBESTES, DE GRAÇA DAÍ. Mt 10.8

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s