Archive for May, 2009

42-19719104Juízes 6.36-E disse Gideão a Deus: Se hás de livrar Israel por minha mão, como tens dito, eis que eu porei um velo de lá na eira; se o orvalho estiver somente no velo, e secura sobre toda a terra, então, conhecerei que hás de livrar Israel por minha mão, como tens dito. E assim sucedeu; porque, ao outro dia, se levantou de madrugada, e apertou o velo, e do orvalho de velo espremeu uma taça cheia de água. E disse Gideão a Deus: não se acenda contra mim a tua ira, se ainda falar só esta vez; rogo-te que só esta vez faça a prova com o velo; rogo-te que só no velo haja secura, e em toda a terra haja o orvalho. E Deus assim o fez naquela noite, pois só no velo havia secura, e sobre toda a terra havia orvalho.

Gideão colocou na eira um velo de lã para fortalecer sua fé e reforçar a sua convicção de que Deus realmente o chamara para libertar Israel.

Jz6. 34 Então , o Espírito do Senhor revestiu a Gideão.O verbo “revestir “significa literalmente “vestir-se de “. O Espírito de Deus revestiu Gideão a fim de capacitá-lo para servir ao povo de Deus.

Deus se compadece de seus filhos porque conhece suas debilidades. Mesmo os melhores de seus discípulos necessitam da Sua compaixão. Assim como o pai se compadece profundamente de seus filhos quando fracassam, sofrem ou são maltratados, assim também o Pai Celeste sofre quando os seus estão sofrendo. Todos os santos de Deus têm o direito de lhe pedir que fortaleça a sua fé. Mesmo aqueles que são cheios do Espírito podem, às vezes, vir a ter medo ou incerteza, quando em circunstâncias difíceis. Nessas ocasiões, Deus quer animar-nos e fortalecer a nossa fé.

Gideão não poderia tomar uma decisão sem ter certeza de que obteria êxito total. Ele não poderia colocar em risco a vida de pessoas inocentes. Isso a que chamamos de debate interno, nada mais é do que o exercício do raciocínio, do juízo, da capacidade de escolha. Dependendo da importância do problema a solucionar, requer-se maior ou menor demora para que a decisão seja acertada. Assim, surgindo uma questão séria, antes da decisão, o indivíduo prudente procura examinar todos os dados de que dispõe para conseguir bom êxito.

Tomar uma decisão é transformar pensamento em ação. Quando se dá a decisão, a personalidade inteira parte em busca do objetivo. O homem indeciso pode ficar a vida toda desejando fazer algo de notável sem que jamais reúna a quantidade suficiente de energia para tornar realidade seus anseios. O indeciso pode dar início à ação e, no entanto, começar a pensar se não teria sido melhor ter tomado outro caminho. interrompe seus esforços para pensar mais um pouco; talvez cheque a retroceder.

É preciso, pois, raciocinar, julgar e prever, mas, uma vez tomada à decisão, tocar a frente custe o que custar.

Gideão queria ter certeza do propósito de Deus. Ele estava tentando compreender uma vontade de Deus. A boa compreensão responde àquilo que a pessoa quer dizer qualquer que seja o meio, sem se deter no modo como diz. Aquele que compreende, vai ao sentido profundo da comunicação. O importante é dentro desse conjunto todo, captar o que pretende ser comunicado. Toda comunicação é na realidade o outro que precisa saber

Gideão queria apenas compreender como ele tão frágil e pequeno, conseguiria destruir um exército do mal.

2 Reis 6.16- E ele disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles.

Existe um mundo espiritual invisível que consiste nas hostes de anjos ministradores, que estão ativas na vida do povo de Deus. Não somente Deus está a favor do seu povo, como também exército dos anjos estão disponíveis, prontos para defender o cristão e o reino de Deus.

2 Reis 6.17- E orou Eliseu e disse: Senhor peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.

Os espíritos ministradores de Deus não estão distantes, mas, sim, bem perto, observando os atos e a fé dos filhos de Deus e agindo em favor deles.

Deus ordena aos anjos vigiarem cuidadosamente a vida e os interesses dos fiéis. Eles observam especialmente todos que buscam continuamente habitar na presença de Deus e protegem o corpo, alma e espírito desses cristãos. Sua proteção inclui todas as situações da vida. Não há limite da Sua fidelidade, enquanto andarmos à sombra do Onipotente. Os anjos nos sustentam em meio as nossas aflições e nos amparam quando enfrentamos os inimigos espirituais. Nosso verdadeiro recurso e força para enfrentar todos os desafios da vida estão em Deus, e somente nEle. Deus animou Gideão para debelar o seu medo e fortalecer sua fé.

Mateus 28.20 Disse Jesus: Eu Estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.

Atos 12.7 E eis que sobreveio o anjo do Senhor, e resplandeceu uma luz na prisão, e, tocando a Pedro no lado, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa! E caíram-lhe das mãos as cadeias.

Hebreus 1.13 E a qual dos anjos disse jamais: Assenta-te à minha destra, até que ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés.

SINAIS- geralmente se refere a atos miraculosos realizados para demonstrar a existência do poder divino de advertir ou encorajar a fé.

Sempre houve perseguição e sempre haverá perseguição contra o povo de Deus.

O que importa realmente é que os anjos acampam ao redor dos que o temem e os livra. Se Deus é por nós, quem será contra nós?

Revestidos de autoridade, e capacitados para a luta colocaremos os pés nas águas e o mar se abrirá; gritaremos e as muralhas cairão, as portas das cadeias se abrirão, a boca dos leões se fechará o fogo não nos queimará, porque Deus estará sempre à nossa frente e, quando Deus ordena até as pedras clamam e as palmeiras batem palmas e todo o joelho se dobrará na presença do Grande EU SOU.

Zc. 4.6- “Não por força, nem por violência, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos.

Advertisements

42-16559927Então, vieram duas mulheres prostitutas ao rei e se puseram perante ele. E disse-lhe uma das mulheres: Ah! Senhor meu, eu e esta mulher moramos numa casa; e tive um filho, morando com ela naquela casa. E sucedeu que, ao terceiro dia depois do meu parto, também esta mulher teve um filho; estávamos juntas, estranho nenhum, estava conosco na casa, senão nós ambas naquela casa. E de noite morreu o filho desta mulher, porquanto se deitara sobre ele. E levantou-se à meia-noite, e me tirou a meu filho do meu lado, dormindo a tua serva, e o deitou no seu seio, e a seu filho morto deitou no meu seio. E, levantando-me eu pela manhã, para dar de mamar a meu filho, eis que estava morto; mas, atentando pela manhã para ele, eis que não era filho que eu havia tido. Então, disse a outra mulher. Não, mas o vivo é meu filho, e teu filho, o morto. Porém esta disse: Não, por certo, o morto é teu filho, e meu filho, o vivo. Assim falaram perante o rei. Então, disse o rei: Esta diz: Este que vive é meu filho, e teu filho, o morto; e esta outra diz: Não, por certo; o morto é teu filho, e meu filho , o vivo. Disse mais o rei: Trazei-me uma espada. E trouxeram uma espada diante do rei. E disse o rei: Dividi em duas partes o menino vivo: e daí metade a uma e metade a outra. Mas a mulher cujo filho era o vivo falou ao rei (porque o seu coração se lhe enterneceu por seu filho) e disse: Ah! Senhor meu, daí-lhe o menino vivo e por modo nenhum o matais. Porém a outra dizia: Nem teu nem meu seja; dividi-o antes. Então, respondeu o rei e disse: Daí a esta o menino vivo e de maneira nenhuma o matais, porque esta é sua mãe. E todo o Israel ouviu a sentença que dera o rei e temeu ao rei, porque viram que havia nele a sabedoria de Deus, para fazer justiça. I Reis 3.16-

Podemos evitar o reconhecimento das nossas deficiências e fraquezas, atribuindo-as aos demais. O desejo que não pode ser realizado. Vêem que os demais realizam o que elas mesmas desejaram inconscientemente. Na realidade, o ódio surge do amor que está reprimido nela mesmo. A Projeção de um futuro melhor; reproduzir naquela criança um futuro melhor, seus sonhos se realizariam naquela criança. Seus projetos estavam acabados. A mãe não aceitava a morte, e inconscientemente sofre um choque, uma desilusão e, quando olhamos o mundo através das nossas emoções, nossos sentimentos deformam a interpretação objetiva. Os limites entre o subjetivo (o eu) e o objetivo (o meio) se confundem. Todo o raciocínio é inútil. A emoção e não o raciocínio, lhe afeta o juízo de maneira profunda. Enfermidade mental impera, não apenas as idéias de refer6encia, mas, também as alucinações e ilusões.

O transtorno mental faz com que aquela mãe projetasse seu filho morto, no filho da outra que estava vivo. Como enfrentar uma realidade tão cruel. A esperança de revestir de luz o que era trevas. Uma vida de conflitos, rejeição, humilhação, infelicidade, tristeza. Uma tensão psíquica – mudança de vida, olhar para os olhos do seu filho e saber que alguém poderia amá-la de verdade. O seu filho estaria ali, nas horas mais difíceis. Seu projeto não poderia ter acabado.

O egoísmo de querer que os sonhos da outra mãe também terminassem.

Existem pessoas que não descobriram o seu valor: só têm valor de uso, não existem para si, portanto não são capazes de amar. São pessoas potencialmente, mas não se tornaram pessoas. São infelizes porque a unidade que vem de fora não atende as necessidades que vêm de dentro. O movimento do amor nasce de dentro do ser humano, do coração, mas existem pedras e, não almas. O desenvolvimento de uma criança no seio de sua mãe não se processa como o surgimento de uma estátua das mãos de um artista. É algo novo, algo que ultrapassa algo que acontece e se desenvolve independentemente da arte, é sonho, é vida. Achar a verdade. A verdade não é dada simplesmente pela lógica de raciocínios; ele é meta de uma busca com a vida. Ver a verdade de um ponto de vista, mas, podem existir outros. Cada pensamento é um esforço de se aproximar do real para poder lidar com ele. Muitas vezes as idéias não são aceitas porque não leva em conta toda a complexidade do real. Às vezes é dura a conquista de um pensamento objetivo e realista, porque muitos pensamentos são tão poderosos que conseguem transformar o irreal no real, uma mentira de aceitação lógica como verdade. O pensamento endoida, e ele pensa que tem a verdade. A verdade da vida, entretanto, não se obtém apenas com o pensamento, mas com a ação.

A palavra tem um poder extraordinário, quando ela é verdade. João 8.31 Disse Jesus: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, serão meus discípulos, e 32- Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

Duas prostitutas. Haveria sim uma vida digna, uma verdade que liberta. João 8.11 – A prostituta reprovada e repreendida por homens pecadores.Quando aqueles homens pegam pedras para apedrejar aquela prostituta, então Jesus começa a escrever na areia . Olha para aqueles homens e disse-lhes: Aquele que dentre vós está sem pecado seja o primeiro que atire a primeira pedra. Disse Jesus: Ninguém te condenou e , nem Eu te condeno, vais e não pegues mais.

Jesus como a verdade, remove as trevas e o engano, iluminando o caminho certo para Deus. Na atitude com a mulher que perdeu seu filho, Jesus não a condenaria como pessoa indigna, mas a trataria com bondade, clemência e paciência, para levá-la ao arrependimento.

A mentira é uma destacada característica do mal, é a fonte geradora de toda a falsidade, e um dos sintomas mais claros da impiedade de uma pessoa.

O amor de Deus em Cristo excede todo o entendimento. A Bíblia declara que Deus é amor e fonte dos conhecimentos perfeitos. Acima de sua vida está também o bem de outra vida.

Devemos caminhar rumo ao que é correto, o que é perfeito, e somente assim nos encontraremos com a verdade que é o próprio Jesus.

Olhar para os olhos de um filho sem vida é perder as esperanças, perder o direito de sonhar, de construir, de trabalhar para dar o melhor para alguém que seria o futuro. O mundo cai, e, ao invés de chão, apenas abismo. Como prosseguir caminhando se o coração está sangrando, se a alma está gemendo, se o corpo que você gerou está sendo sepultado? Fica apenas um olhar fixo em algum lugar e, de repente , quando se nota , ainda existe vidas que depende do seu amor, do seu carinho. Olhar que está fixo em você dizendo: Vai dar certo porque eu ainda existo, e preciso de você. Então, começa a criar forças para caminhar , e em meio a um passo e outro, descobre que a dor não é só sua, que existem pessoas com a mesma dor , e que terão que aprender a viver ou sobreviver de algum modo, de alguma maneira porque a vida continua. O que se aprende é fixar os olhos nos olhos de alguém especial, outros filhos, alguém que realmente te ama, enfim, a força de um olhar como o do próprio Cristo, que é um fogo que acende a alma, e impulsiona para a vida, porque ela continua.

Explicação nunca se terá, falar desta dor não tem vocabulário que a possa expressar, então se imagina o desespero desta mãe que cansada, depois de um dia duro de trabalho para conseguir sobreviver, dorme, e sem perceber por causa do cansaço mata o seu próprio filho.

Não importa qual era sua profissão, porque a dor sempre será igual para todos e, aqui estou ressaltando a mesma dor que é perda de um filho, e fico no final da minha história pensando: Como seria bom que a criança que sobreviveu, ao invés de uma, pudesse ter duas mães.

Se o mundo fosse de compartilhar o amor, não haveria tantas crianças abandonadas, esperando apenas por um sorriso, um abraço. E são nos olhos destas crianças que adquirimos forças para continuar. Eles existem, estão por toda a parte, esperando que você se levante da dor e faça algo por eles. O seu filho já está com Deus, e estas crianças ainda estão aqui na terra querendo apenas uma mãe do coração.Levante e comece a caminhar, e, por onde você passar, verá que são inúmeras, sem roupas, sem comida, doentes, desabrigadas, esperando apenas pelo gesto do seu amor.

I Cor. 13- Se eu não tiver o amor eu nada sou Senhor.

Amor como atividade e comportamento, e não apenas como sentimento ou motivado interior. O caminho mais excelente do exercício do amor é entregar seu filho para não vê-lo morrer. Deus valoriza e destaca o caráter que age com amor, compreensão, sinceridade de atitude. Deu Seu Filho como prova deste amor. Pra que brigar se você pode amar? Não espere faltar alguém na sua família para aprender a se doar em amor. A vida passa rápido demais para desperdiçá-la com picuinhas.

Valorize a vida que está em você.

cafeQuando Arthur Riedel era menino, existia no Largo da SÉ, no velhíssimo Largo da Sé, um café na esquina da Rua l5 de Novembro, chamado Café dos Girondinos. Os mais de meio século devem lembrar-se dele. Ele ia para a escola ali na velha Rua da Boa Morte, hoje Rua do Carmo; passava pelo Café Girondino e ouvia sempre o garçom gritar lá dentro: “Sai um pingado!”. Aquele “pingado “que o garçom servia, lhe dava então idéia de ser uma coisa grande, deliciosa, e ele, impressionado, não fazia outra coisa senão passar o dia inteiro desejando tomar um “pingado “. Mas o empregado que lhe acompanhava ao colégio não permitia nunca que ele entrasse no Café para tomar o tal “pingado”. O “pingado“era uma alucinação, o seu sonho, o seu desejo. À noite, sonhava com ele. Uma manhã, quando ia para o colégio, avisaram, em casa: “Você hoje tem que ir sozinho; o empregado não pode acompanhá-lo. Que alegria, que safistação! Iria tomar um “pingado”! Foi até  o cofre daqueles antigos, feitos de barro, quebrou, pegou as moedas, encheu o bolso enquanto pensava: “Será que isto chega para um “pingado”?

Entrou no Café, sentou-se. Nem um rei era tão feliz quanto ele, nem uma noiva no dia do seu noivado! Quando o garçom chegou, pedeu-lhe, com voz emocionada, um “pingado”. Esperava uma coisa maravilhosa; não sabia o que era, mas a imaginação havia criado tal forma, que devia ser uma coisa maravilhosa. O garçom gritou lá para dentro, com voz aportuguesada: “Um pingado!” Ficou esperando. De repente veio o garçom e colocou na minha frente um copo de leite com um pingo de café: a mesma coisa que ele bebia todas as manhãs em  casa era o tal “pingado”! Vieram as lágrimas aos olhos, colocou um níquel sobre o balcão e saiu de lá soluçando.

 IMAGINAÇÃO- capacidade de projetar imagens na própria mente.

“Nós agimos ou deixamos de agir, não por causa da ‘vontade”, mas por causa da imaginação.

Nós criamos sempre idéias distorcidas até mesmo da nossa aparência, porque muitas vezes nos imaginamos velhos, feios, obesos, burros, incompetentes etc. Os cirurgiões plásticos relatam como a pessoa se transforma depois de uma cirurgia, tirando o defeito que a pessoa acha que tem.

Todas as propagandas são valorizadas através da embalagem, suas características externas.

Mt. 6.22 A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz. 23-Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!

Cuidar apenas do aspecto exterior, a embalagem, não vai adiantar. A verdadeira luz brotará do interior do homem, vem da alma. A felicidade está dentro do homem e não fora.

Quantas revistas mexem com a imaginação com técnicas para se vender cigarros, bebidas. Propagandas de autopersuasão levando sua imaginação a desejar e procurar tais produtos. O perfume sempre vem acompanhado de uma linda mulher ou de um lindo homem. Uma propaganda de carro nunca vem acompanhada de uma mulher feia, porque eles comparam a acompanhante com o produto.

Nosso coração é enganoso. Nossos pensamentos são perigosos. Pv. 4.23 Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração.

Desvie os teus pés da armadilha destruidora. Jesus disse que até mesmo com os pensamentos nos pecamos. Estar com uma pessoa e pensar em outra. Isto também é adulterar, porque a sua imaginação é achar que com a outra pessoa você realmente seria feliz. São pessoas pobres de espírito, pensamentos malignos, oficina do mal. Cuidado com os corações cheios de hipocrisia e iniqüidade. Eles são como sepulcros caiados; belos e atraentes por fora, mas com imundície e corrupção ocultas interiormente. Julgam as pessoas e só fazem injustiças.  Mt. 23.28- Assim, também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.Cuidado com que você anda imaginando . As pessoas nem sempre vêem seus próprios defeitos, e levam inocentes para destruição, pelo simples fato de imaginar, pensar e falar coisas irreais.

Somente Deus revelará a verdadeira condição do nosso coração. Devemos nos submeter com humildade, nossos pensamentos à autoridade da sua revelação, e pedir que nos corrija naquilo em que estivermos enganados. Pedir para que Deus tenha misericórdia dos nossos pensamentos, para não sermos a causa de destruição de vidas inocentes. Passar pela peneira e perguntar:

Será que isto é verdadeiro? Será que isto vai me edificar? Para que vou passar isto adiante, se eu mesmo não sei se é verdade?

Não deixe que coisas mentirosas possam entrar em seus pensamentos e persuadi-lo a errar. Busque socorro em Deus, que é guia constante do seu povo fiel. À sombra das tuas asas me abrigo.

À sombra das asas de Deus representa seu amor, proteção, força, misericórdia, livramento e segurança. Sl.61.4- Abrigar-me-ei no oculto das tuas asas.

Sl. 139.2- Tu conheces o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. 24- Vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.

contrarioO Filósofo francês René Descartes (l596-l650) disse: Penso, Logo Existo.

O Filósofo existencialista dinamarquês Soren Kierkegaard (l813-l855) contra pôs-se a Descartes afirmando: Sinto, Logo Sou. E o Filósofo existencialista alemão Martin Heidegger (l889-l976), destaca em Ser e Tempo as características fundamentais da existência humana: O Sentimento, O Pensamento e a Linguagem. Para ele as pessoas podem ser autênticos ou inautênticos tanto no pensamento quanto no sentimento. E com a linguagem fazem a articulação e a integração dos pensamentos com os sentimentos. É muito importante que você saiba pensar. É muito importante que você saiba sentir. Mas foi Heidegger quem fez a síntese reconhecendo a importância de se ter um conhecimento profundo e uma visão clara, tanto dos pensamentos quanto dos sentimentos, de modo a expressá-los numa Linguagem Vigorosa. É muito importante que você saiba reconhecer, compreender e expressar seus próprios “pensamentos e sentimentos”. Muitas pessoas sentem dificuldades de estarem a sós consigo mesmas , não conseguem viver intensamente a sua própria vida. Muitas vezes elas acreditam que o brilho e o encantamento da vida se encontram no outro e não nelas mesmas. Muitas pessoas não conseguem viver a própria vida,não respeitam a própria vontade e não conseguem expressar os próprios sentimentos, porque colocou sua própria vida no outro, e quando o outro não está mais presente não conseguem mais viver.

O objetivo não é fingir que a solidão não existe, não é buscar a companhia dos outros, porque mesmo junto com os outros você sempre será solitário. O outro nos ajuda a compartilhar como troca. Porque na realidade nascemos sós, vivemos sós e morreremos só. A experiência de cada um de nós é única. O nascimento é uma experiência única, pois, ninguém nasce pelo outro. Da mesma forma que a morte é uma experiência única, pois, ninguém morre pelo outro. E a vida inteira, cada momento, cada segundo da existência, é uma experiência única, pois, ninguém vive pelo outro.

O homem se torna autêntico quando aceita a solidão como o preço da sua própria liberdade. E se torna inautêntico quando interpreta a solidão como abandono, como uma espécie de desconsideração.

A realidade maior que o ser humano experimenta é quando descobre a possibilidade da morte em sua vida, tanto a morte física quanto a morte de cada uma das possibilidades da existência, a morte de cada desejo, de cada vontade, de cada projeto. O maior problema para o homem é quando ele para e pensa qual será o seu destino. Todos nós, um dia, já paramos para pensar nessas questões, especialmente naqueles momentos negros da vida, quando nos deparamos com a morte de uma pessoa muito querida.

Aliás, por mais sombrio que possa parecer, a verdade é que os velórios propiciam uma atmosfera apropriada para os vivos refletirem profunda e seriamente nas questões relativas ao destino eterno do homem que vem imediatamente após a morte. Ao redor do caixão, os enlutados, envolvidos por uma mescla de silêncio e choro, ficam pensando onde e como estaria agora àquela pessoa que acabou de partir para a eternidade. Há apenas algumas horas ainda estava viva, conservando comigo, comenta alguém. Porém, a realidade agora é outra, pois a morte botou um fim na existência dessa pessoa aqui no mundo dos vivos.

Ecl. 7.1 Salomão diz: Melhor é a boa fama do que o melhor ungüento, e o dia da morte, do que o dia do nascimento de alguém.

Tudo passa tudo é muito rápido, tudo é vaidade, tudo é transitório.

Muitos dariam dinheiro, poder, sucesso, por mais um dia de vida, mas a vida não se compra. E um dia todos nós, queiramos ou não, gostemos ou não, seremos obrigados a enfrentar a morte de frente.

A importância de estar vivo não tem preço. Aquilo que é mais extraordinário, mais belo, que ainda está em nós, é a vida. Sua vida tem um encantamento, um brilho, algo especial, porque é a sua vida, apenas sua. Você não precisa ser valorizado por ninguém, porque a vida já é de um valor incomparável. Seja especial para você mesmo, só pelo fato de estar vivo.A vida é única e ninguém neste mundo tem o direito de se fazer infeliz, porque estar vivo já é ser feliz.

Prov.15.13 O coração alegre aformoseia o rosto, mas com a tristeza do coração o espírito se abate.

Prov. 14.30- O ânimo sereno é a vida do corpo

O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos.

Isaías 41.10 Não temas, porque eu Sou contigo; não te assombres, porque Eu Sou o Teu Deus; Eu Te fortaleço, e Te ajudo, e Te sustento com a Minha destra Fiel.

Deus sempre estará conosco. Nas situações mais difíceis Ele sempre vem para nos conduzir para as águas tranqüilas, nunca nos desamparará nunca nos deixará lutar em dor a sós. Ele é o próprio Consolador e anda lado a lado mesmo quando não temos mais nenhuma vigor. Nada neste mundo vai nos satisfazer do que a própria presença do Grande Eu Sou.

Biologicamente a vida física cessa. Esse fato demonstra a fragilidade do corpo humano, importa a promessa da vida eterna.

Nem a morte, nem a vida. Nada nos separará do amor de Deus que está em Cristo Jesus.

Ecl. 5.15 Como saiu do ventre de sua mãe, assim nu voltará, indo-se como veio; e nada tomará do seu trabalho, que possa levar na sua mão.

É de lastimar que tantas pessoas trabalhem tanto para enriquecer, quando o principal é acumular tesouros no céu.

18-Eis aqui o que eu vi uma boa e bela coisa: comer, e beber, e gozar cada um do bem de todo o seu trabalho, em que trabalhou debaixo do sol, todos os dias da sua vida que Deus lhe deu; porque esta é a sua porção. 19E quanto ao homem, a quem Deus deu riquezas e fazenda e lhe deu poder para delas comer, e tomar a sua porção e gozar do seu trabalho, isso é dom de Deus.

A pessoa abençoada desfrutará daquilo que Deus lhe deu.

forçaO rei persa nomeando Ester como rainha, ilustra como Deus pode mudar o coração dos ímpios para que eles cumpram seus propósitos.

Embora Ester tivesse sido escolhida e coroada rainha do grande império persa, não se orgulhou, nem se envaideceu por causa da sua posição social e do poder que acabara de receber. Não desprezava os conselhos do seu primo, de condição humilde, nem menosprezou sua tradição espiritual. Pelo contrário, manifestava um espírito de mansidão, humildade e submissão após tornar-se rainha, como sempre fizera antes.

Ester3.2- E todos os servos do rei, que estavam à porta do rei, se inclinavam e se prostravam perante Ramã; porque assim tinha ordenado o rei acerca dele; porém Mardoqueu não se inclinava nem se prostrava.

Mardoqueu por sua lealdade a deus, recusou-se a inclinar-se diante de Hamã. 5-Vendo, pois, Hamã que Mardoqueu não se inclinava nem se prostrava diante dele, Hamã encheu de furor.

O furor é um dos males da humanidade. O historiador Plutarco conta como Aristides, cognominado O Justo por sua inteireza de caráter, foi votado ao ostracismo. Que mal fez Aristides? Nenhum- respondeu o outro- nem sequer o conheço, mas me aborrece ouvir chamarem-no sempre “O JUSTO”.

É impressionante a forma como, em todas as épocas, os grandes homens atraem sobre si o ódio dos medíocres.

Os que conheciam Mardoqueu queriam saber por que ele não se prostrava perante Hamã. Sua resposta era uma só: Eu me prostro apenas na presença dos Rei dos Reis.

Hamã, primeiro ministro da Pérsia é o primeiro elemento político na Bíblia que maquinou uma conspiração sinistra o extermínio de todos os judeus da sua esfera política. Hamã observava algo diferente nos judeus, e os odiava por isso.

O que faz alguém ter uma mente tão criminosa?

A ausência de sentimentos éticos e altruístas, unidos à falta de sentimentos morais, impulsiona alguns indivíduos a cometer crimes com requintes extremados de brutalidade e crueldade.

Hamã promulga o dia da sorte, o dia do Pur, que era matar os judeus em um único dia.

Um homicida violento tomado por uma impulsividade desencadeando uma reação desproporcional entre estímulo e respostas, ou seja, respondendo de forma exagerada de suas frustrações. Um indivíduo com hipersensibilidade a situações geradoras de tensão, que respondem impulsivamente com violência, chegando ao homicídio. Impulsividade é definida como a falha em resistir a um impulso, instinto ou tentação, e é prejudicial à própria pessoa ou a outros. Um impulso é impetuoso e sem ponderação. O indivíduo impulsivo geralmente age no calor do momento, acompanhada de manifestações agressivas. Este comportamento é compatível ao dos psicopatas. Apresentam uma probabilidade de cometer um crime em conseqüência do calor da situação. Estouram em agressividade para expressar sua frustração.

Não se deve pensar que o comportamento homicida ocorre sempre na forma selvagem de um ato sem controle; o homicídio pode tomar a forma de uma vingança premeditada, organizada, praticada com absoluta frieza.

Hamã usou dados para determinar o “dia da sorte “em que destruiria os judeus. Decorreu quase um ano entre o dia em que Hamã lançou a sorte e a execução do plano. Foi o tempo suficiente, na providência divina, para Mardoqueu e Ester neutralizarem a conspiração maligna de Hamã.

Embora Hamã possuísse riqueza, glória, poder e posição social, era um homem insatisfeito e descontente. Mardoqueu por outro lado, tinha força de caráter, convicções religiosas e confiança no Deus Todo Poderoso. Hamã sabia, dentro de si, que Mardoqueu era o melhor deles dois, e por isso o odiava.Aos olhos de Deus, a grandeza nunca consiste na riqueza, no poder ou na condição social, mas na fidelidade, na dedicação a Ele e na luta em prol dos seus justos propósitos na terra.A misericórdia de  Deus sempre será em favor do justo.

7.10- Enforcaram, pois, a Hamã na forca que ele tinha preparado para Mardoqueu.

O livramento de Israel resultou da ação de Deus. Mardoqueu estabeleceu a festa de Purim, com dois dias de duração, para comemorar o livramento de Deus em favor do seu povo, salvando-o da conspiração maligna de Hamã, para exterminar os judeus. A festa chamou-se “Purim “para relembrar que Hamã usou a pratica de PUR, lançar sorte, para determinar o dia da destruição dos judeus.

A festa de PURIM faz-nos lembrar que Deus é maior do que as leis da casualidade. O povo de Deus nunca deve considerar-se vítima da fatalidade, da sorte, do destino, do azar. Deus tem sempre um plano para a vida daqueles que sofrem perseguições.

Es. 10.3 Mardoqueu foi o segundo depois do rei Assuero, e grande para os judeus, e agradável para com a multidão de seus irmãos, procurando o bem do seu povo e trabalhando pela prosperidade de toda a nação.

Desde o francês Pinel, há dois séculos a ciência procura explicações para a violência humana, que nos tempos atuais se manifesta com ódio, agressões, impiedade, violência e se diversifica em proporções assustadoras.

Para o ímpio existe o PUR – O Dia da sua FORCA.

Para o justo existe o PURIM- O Dia da Vitória, O Dia de Festa.

“O JUSTO PELA SUA FÉ VIVERÁ”

remandoAntigamente no A.T. Jeová era o chefe da nação, habitando entre os querubins. Nele se concentravam todos os poderes: o legislativo, o judiciário e o executivo. Como legislador, promulgava a lei fundamental do estado aos ouvidos da congregação. Depois disto, exercia o seu governo, em grande parte, por meio de seus delegados.

Ex: 25.22- E ali virei a ti e falarei contigo de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins (que estão sobre a arca do Testemunho), tudo o que eu te ordenar para os filhos de Israel.

Deus escolhia as pessoas mais insignificantes, mais humildes, e as capacitava segundo a Sua vontade.

Deus pessoalmente escolheu Moisés. Ex: 4.10- Então, disse Moisés ao Senhor: Ah! Senhor! Eu não sou homem eloqüente, nem de ontem, nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua. Moisés se achava incompetente para representar Deus. Ele era um homem inadequado para falar de modo persuasivo ou confrontar alguém. Nem de ontem, nem de anteontem indica a sua perspectiva de que seu problema já vinha de antes e que o seu encontro com o Senhor não mudou a situação. Deus poderia ter escolhido o seu irmão Arão, mas Deus escolheu um homem justo e fiel, para ser seu representante na terra.

O homem que Deus escolhe sai do seu limite para ser ilimitado. De medroso passa a ser corajoso.Paga o preço pelo desafio, sem medo e sem temor.

Isaías -6.5-

Então, disse eu: ai de mim, que vou perecendo! Porque eu sou um homem de lábios impuros e habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos. 6- Mas um dos serafins voou para mim trazendo na mão uma brasa viva, que tirava do altar com uma tenaz; 7- e com ela tocou os meus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e purificado o meu pecado.

O profeta agora iluminado, purificado e chamado está pronto para oferecer-se como voluntário para o difícil ministério profético. – Envia-me a mim.

1Sm 3.3- Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala, porque o teu servo ouve.

Samuel, ainda criança, foi chamado por Deus enquanto dormia. Samuel foi tido como proeminente líder espiritual. Deus o usou para pôr em ordem a monarquia teocrática. Como homem de grande espiritualidade e dotado do dom profético, Samuel sabiamente conduziu Israel a um avivamento no culto a Deus.

Deus vocacionou Samuel para proclamar sua palavra ao povo, para proclamar sua palavra ao povo, para prover um exemplo de fidelidade à sua vontade, para chamar o seu povo ao arrependimento e à renovação e para agir como mediador entre Deus e o seu povo. A escola de profetas em Ramá estava sob a direção de Samuel. Homens que eram ensinados a respeito da vontade de Deus.

Quando Deus mandou ungir Davi Deus disse a Samuel: não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porque o Senhor não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração. l Sm. 16.7.

Outro grande profeta aos olhos de Deus foi Jeremias.

Antes que eu te formasse no ventre, eu te conheci; e, antes que saísses da madre, te santifiquei e às nações te dei por profeta. Então, disse eu: Ah! Senhor Jeová! Eis que não sei falar, porque sou uma criança. Mas o Senhor disse: Não digas: Eu sou uma criança; porque, aonde quer que te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. Não temas diante deles, porque Eu Sou contigo para te livrar, diz o Senhor. E estendeu o Senhor a mão, tocou-me na boca e disse-me o Senhor: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca. Jr.1.5 à 9.

Em todos os momentos Deus manda aos seus escolhidos para não ter medo, pois, Ele é a força dinâmica e Seus propósitos se realizarão através dos que Ele escolheu e os envia mesmo entre tempestades, lutas, perseguições. Deus não desamparará. Deus capacita os que ele escolhe. Ser capacitado é ser apto, hábil, ter qualidade de satisfazer para um determinado fim. Ousado é ser destemido, corajoso, atrevido, audacioso, é tentar coisa difícil ou perigosa; é ser destemido, sem temor, intrépido, audaz. Onde ele estiver Deus estará com ele.

No N.T. em Atos dos Apóstolos, a descida do Espírito Santo os capacitou a serem ousados.

Atos 4.31 E, tendo eles orado, moveu-ser o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia- sinceridade, elocução sem reservas, liberdade de expressão, com franqueza.

Atos 4.13 Então, eles, vendo a ousadia de Pedro e João e informados de que eram homens sem letras e indultos, se maravilharam; e tinham conhecimento de que eles haviam estado com Jesus.

Sem letras- significa que os discípulos não haviam recebido instrução formal nas escolas rabínicas.  Indoutos- descreve-os como leigos comuns, não como profissionais peritos.

O poder divino superando toda a resistência humana. Um homem guiado pelo Espírito Santo.

Atos 5.12- E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos.

Prodígios- acontecimentos extraordinários, coisas sobrenaturais, manifestações incomuns. Atos que são tão inusitados e que podem fazer com que o observador fique maravilhado ou admirado.

Prodígios e grandes sinais não são características exclusivas do ministério apostólico. Mas de todos aqueles que são chamados aos que são ordenados pelas mãos do Espírito Santo para uma transferência de autoridade e responsabilidade reconhecendo uma identificação mútua. Pedro disse: não tenho prata, nem ouro, mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus, o Nazareno, levanta-te e anda. Atos 3.6.

A cura do mendigo coxo foi realizada pelo poder de Cristo operando através dos apóstolos. Algo muito mais valioso é a autoridade delegada do Próprio Deus, abençoando o seu povo com o derramamento do Espírito Santo sobre os remanescentes que fielmente o buscarem e vencerem o mundo, a carne e o domínio do mal.

Cristo, com os seus exércitos celestiais realizarão através do Espírito Santo o triunfo de Deus e do seu reino. Temos que vencer o medo de passar vergonha, rejeição, críticas ou perseguição. A graça de Deus através da renovação do Espírito Santo ajudar-nos-á a falar com ousadia a respeito de Jesus.

Sinais- geralmente se refere a atos miraculosos realizados para demonstrar a existência do poder divino de advertir ou encorajar a fé. Os termos cheios, revestidos e com autoridade descrevem a capacitação dos seus escolhidos para desafios especiais e a responsabilidade da chamada divina.

Paulo e Silas estavam sofrendo a humilhação do encarceramento, tendo seus pés presos ao tronco e as costas laceradas por açoites. No meio desse sofrimento, no entanto, oravam e cantavam hinos de louvor a Deus.Aprendemos da experiência missionária deles: que a alegria do cristão vem do interior e independe das circunstâncias externas; a perseguição não pode destruir nossa paz e nossa alegria; os inimigos de Cristo não poderão destruir a fé em Deus,mesmo no meio das piores perseguições, Deus dá graça suficiente sobre aqueles que sofrem por amor ao Seu nome.Repousa sobre os seus filhos a autoridade do Espírito Santo. Ele sempre estará conosco para nos ajudar, guiar, consolar, fortalecer, proteger e nos livrar de todo o mal.

Atos l8. 9- Não temas, mas fala e não te cales; porque Eu Sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal.

DUAS FACESO CHAMADO É FAZER ALGO PARA Deus. A profissão eu escolho; o chamado eu recebo.

Exerço uma profissão para mim mesmo; o chamado é algo que faço para Deus.

A profissão me promete status, dinheiro ou poder; o chamado promete dificuldades e até certo sofrimento. A carreira profissional pode acabar em aposentadoria. O chamado só termina quando se morre. As recompensas da carreira profissional podem ser visíveis, mas temporárias. A importância de um chamado dura toda a eternidade.

Quando Deus chama alguém, Ele o capacita a cumprir seu chamado mesmo sob as circunstâncias mais adversas.

Qual a diferença de estar em missão ou fazer da missão uma profissão?

Um profeta é alguém que fala antecipadamente, alguém que anuncia antes uma mensagem divina que, às vezes, pode incluir o prenúncio de eventos futuros. Os profetas são especialmente dotados de discernimentos nos conselhos do Senhor e servem como seu porta-voz. Profecia é uma dádiva do Espírito Santo.

Apóstolos é um mensageiro especial, delegado, alguém comissionado para uma tarefa ou especial, alguém que é enviado com uma mensagem.

Marvin Vicente registra três características de um apóstolo:

Alguém que teve um encontro visível com o Cristo ressuscitado; b- alguém que funda igrejas; c- alguém que ministra com sinais, prodígios e milagres.

Ministros, portanto, é trabalhar para o povo.

Falsos pregadores-Obreiros fraudulentos- levam seus seguidores ao naufrágio espiritual.

Satanás, o grande enganador, utiliza homens maus como seus agentes, transformando-os em falsos apóstolos e obreiros fraudulentos.

A Bíblia diz que esses ministros e líderes enganosos são pessoas que, capacitadas por Satanás, dão a impressão de realizarem grandes coisas na obra de Deus, pregam mensagens evangélicas atraentes, e, aparentam serem pessoas santas, mas na realidade, são lobos devoradores, sempre esperando para dar o bote final nas ovelhas desamparadas. Imitam os verdadeiros ministros de Cristo e colocam na sua mensagem toda “aparência de piedade “. Parecem sinceramente solícitos e amorosos, e falam em perdão, paz, felicidade, fraternidade e muitas outras coisas construtivas, mas vivem sob influência de Satanás.

O evangelho deles é, geralmente segundo o raciocínio humano, e não uma interpretação verdadeira da revelação de Deus.